Série: Para que serve a História? Parte 3 – Economia

                   
0
384

Por Denilson Alexandre Coêlho

Resultado de imagem para brasil agroexportadorO Brasil é um país agroexportador.

Atualmente os principais produtos de exportação brasileiro são itens primários.

O Brasil é um dos maiores agroexportadores do mundo.

Dizem que o país é o celeiro do mundo.

Sempre foi assim?

Vamos conhecer a História por traz de tudo?

Assim que os portugueses chegaram ao Brasil em 1500, não viram nada de interessante para explorar, tendo em vista que eles buscavam por ouro e pedras preciosas.

Somente em 1530 é que resolveram dominar essas terras de Santa Cruz.

A primeira atividade econômica foi a extração de pau brasil. Primeiro produto exportador brasileiro. Havia pau brasil em abundância no litoral.

Depois, para aproveitar essa imensidão de terras virgens, iniciou-se a produção da monocultura de cana de açúcar, principalmente na região Nordeste do país. Primeiro grande produto agroexportador brasileiro. O pau brasil não tinha tanta relevância para a economia brasileira e muito menos para Portugal e em pouco tempo já estava em extinção.

Com a decadência da cultura da cana de açúcar no século XVII e XVIII, e com a descoberta de ouro nas minas gerais, o foco da economia se voltou para a mineração na região sudeste do país.

No Século XIX, com as minas praticamente esgotadas, ascendeu a monocultura do café, na região do Vale do Paraíba e oeste de São Paulo. Além disso, havia a extração de borracha no Norte do Brasil. No Sul, a pecuária era muito forte, mas não o suficiente para se sobrepor ao café. Um pequeno surto de industrialização animou o sudeste do Brasil com algumas iniciativas imperiais e de um certo “Barão de Mauá” que tinha tudo para transformar o país em uma das maiores potências do mundo. Mas que na verdade não se prolongou como esperado, pois o Brasil sempre priorizou monoculturas e extrações diversas.

O século XX conheceu a queda da bolsa de valores de Nova Yorque, no ano de 1929. Com isso, arruinando a produção cafeeira brasileira. Novos rumos deveriam ser tomados. A siderurgia impulsionou a indústria no Rio de Janeiro na década de 30. Mas a agricultura, mesmo em constante decadência e reerguimento, continuou sendo o carro chefe do Brasil no exterior. A soja foi a monocultura que se destacou no século XX e ocupou boa parte do território nacional.

Atualmente, os principais produtos de exportação brasileiros são: soja, açúcar, carne e café. Os produtos não agrícolas são: minério de ferro e petróleo. No meio de tantos produtos primários, destaca-se a produção de automóveis.

Estranho não!?

O Brasil exporta os mesmos produtos desde sempre:

Séculos XVI e XVII – Açúcar;

Século XVIII – minério;

Século XIX – café, gado e borracha;

Século XX – petróleo, minério e soja;

Século XXI – Açúcar, café, minério, carne e soja.

O que podemos concluir com a nossa História econômica agroexportadora?

Com base na História é possível tomar decisões acertadas para não se cometer os mesmos erros do passado.

Ou seja, não é com extrações e monoculturas que o Brasil se transformará em uma potência mundial. Para um bom entendedor, meia palavra basta.

Fica a dica!!!

Deixe aqui um breve comentário.