Da Ditadura à Redemocratização do Brasil

                   
2
760

Por Denilson Alexandre Coêlho

Como foi o período do Regime Militar no Brasil? Quanto tempo durou? Que contradições a população vivia? E após a ditadura, como ficou a economia? E os direitos sociais, pós ditadura?

O golpe militar durou mais de 20 anos (1964 a 1985), e instalou um regime ditatorial e repressivo, em que o país se afundou no silêncio, pois não mais havia o direito ao livre pensamento. Fase marcada por grandes contradições, pois ao mesmo tempo que o povo era reprimido, a economia alcançava índices espetaculares, além de grandes avanços nos direitos sociais.

Com a volta da democracia em 1985 o país viveu uma grande transformação na sociedade. Com o fim da ditadura entram em cena, novamente, os civis no comando do país. Nesta fase de transição, o país foi presenteado em 1988 com a promulgação da Constituição mais liberal e democrática que este país conheceu.

A década de 90 do século XX, foi marcada por um crescimento da economia e uma drástica redução da inflação. Entretanto, os direitos sociais, tão discutidos na nova Constituição, ainda não haviam sido plenamente executados.

O século XXI está marcado pela consolidação da identidade nacional. O Brasil ainda é muito jovem em termos de civilização. Apesar de ter mais de 500 anos de História, há apenas 3 décadas de efetivo exercício dos direitos sociais, civis e individuais (ainda em escala embrionária). Ainda há um longo caminho a ser percorrido…

Fica a dica!!!

Quer saber mais? Leia:

COÊLHO, Denilson Alexandre. A História do Brasil em 20 minutos. EBook. Dicas de História, 2017.

 

CALÓGERAS, João Pandiá. Formação histórica do Brasil. 7ª edição. São Paulo, SP: Companhia Editora Nacional, 1972.

CARVALHO, José Murilo de. A formação das almas. O imaginário da República no Brasil. São Paulo, SP: Companhia das Letras, 2000.

________________________. Cidadania no Brasil: O longo caminho. 14 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

COSTA, Emília Viotti da. Da monarquia à república: momentos decisivos. São Paulo, SP: Livraria Editora Ciências Humanas Ltda, 1979.

DELGADO, Lucília de Almeida N. O Brasil Republicano. Rio de Janeiro, RJ: Editora Civilização Brasileira, 2008.

2 COMENTÁRIOS

    • Parabéns, muito perspicaz o seu questionamento. Durante os governos militares ocorreram alguns avanços nos Direitos Sociais. Dentre eles:
      1) unificação previdenciária que beneficiou principalmente a classe média urbana;
      2) Regulamentação do trabalho rural, beneficiando uma população que jamais havia sido vista aos olhos da lei;
      3) Regulamentação do trabalho doméstico, beneficiando uma boa parcela da população;
      4) Além de outras normas que beneficiaram setores específicos da população brasileira.

      Entretanto, nada disso justifica o cerceamento das liberdades individuais. A maior perda da sociedade durante o Regime Militar.

      Muito obrigado pela sua colaboração. Fica a Dica!!!

Deixe aqui um breve comentário.