O início de Roma

                   
0
887

Por Denilson Alexandre Coêlho

Como foi o início de Roma?  A cidade fundada por Rômulo teve seu provável início por volta do ano 753 a. C. Entretanto, muita coisa aconteceu antes disso.

Ao final da inesquecível Guerra de Tróia, Enéias (filho da deusa Vênus com o mortal Anquises), um dos príncipes troianos derrotados, partiu de sua terra natal em busca de novos ares. Em suas andanças, chegou á cidade de Lácio. Aliou-se a Latino, então rei da cidade, nascendo uma grande amizade. Em uma das diversas batalhas ocorridas naquele local, Enéias, de repente, desaparece e por seus atos heróicos, recebe a honraria de ser considerado deus.

Seus descendentes continuam prosperando e procriando. Até chegar em Rômulo e Remo, filhos de uma mortal com o grande deus Marte. Entretanto, a sorte dos gêmeos iria mudar. O então rei daquela região ordena que os gêmeos sejam afogados. São depositados no rio Tibre em um berço que resiste ao balanço das águas até serem resgatados por um pastor chamado Fáustulo. Este pastor tem uma incrível visão: ele vê os gêmeos sendo amamentado por uma loba. Após este inusitado fato, Fáustulo acolhe e cria Rômulo e Remo até a vida adulta.

Com o tempo os irmãos se tornaram cada vez mais distintos um do outro, chegando ao ponto de combaterem entre si. Rômulo derrota e mata o irmão e, finalmente, funda a grandiosa cidade de Roma.

O período que compreende a saída de Enéias de Tróia até a fundação de Roma é estimada entre os anos de 1184 a 753 a. C. E o dia exato da fundação é marcado pela magistral simbologia de Rômulo trançando as fronteiras de Roma com um arado, no dia 21 de abril de 753 a. C.

Você acredita nessa história? Na verdade são relatos de uma riquíssima tradição literária descrita muitos anos após a fundação de Roma. São lendas contadas por grandes autores como Tito Lívio com sua extraordinária obra chamada “História de Roma”, ou a famosa epopéia de Virgílio, a “Eneida”, ou então as obras de Plutarco e Dionísio de Halicarnasso.

Lenda, assim como o mito, não é uma mentira, mas uma história contada de maneira que o fantástico ocupa um lugar de destaque. Como pode perceber nesse pequeno relato das origens de Roma. E mais fantástico ainda é admirar essa espetacular civilização que dominou o mundo e sobreviveu por mais de 1000 anos.

Para se ter uma ideia, a Inglaterra sustentou a hegemonia no mundo por pouco mais de 200 anos. E na atualidade, os Estados Unidos da América é a maior potência mundial por, apenas 100 anos. É óbvio que é um grande anacronismo comparar esses três grandes impérios, mas serve apenas como uma pequena curiosidade relativa ao enorme período em que a lendária Roma existiu.

Fica a dica!!!

Quer saber mais? Leia:

GRANDAZZI, Alexandre. As Origens de Roma. São Paulo: UNESP, 2010.

Deixe aqui um breve comentário.