POCAHONTAS

                   
0
934

Por Denilson Alexandre Coêlho e David Alexandre Coelho

O filme “Pocahontas” teve sua estreia em 1995, dirigido por Mike Gabriel e Eric Goldberg e foi produzido por Disney/ Buena Vista.

O filme foi baseado em uma História real e fala sobre a chegada dos primeiros colonos ingleses nas terras hoje conhecidas como Estados Unidos da América.

A estória do filme, como em tantos outros contos da Disney, apresenta uma princesa como personagem principal. Pocahontas era uma nativa das terras ainda desconhecidas da América e pertencia a uma tribo local que se surpreendeu com a chegada de pessoas extremamente diferentes e estranhas à sua realidade. Homens de pele branca, vestidos com roupas grossas e estranhas. Esses homens eram os ingleses que havia acabado de aportar em terras desconhecidas para encontrar ouro e ficarem ricos na Europa.

Dentro da embarcação inglesa havia um capitão chamado John Smith, personagem cuja voz foi emprestada pelo grande astro do cinema, Mel Gibson. Smith, ao chegar no “Novo Mundo” teve um belo encontro com Pocahontas. Foi amor a primeira vista.

O amor entre o capitão inglês e a nativa foi extremamente conturbado. Os ingleses chegaram para tomar conta de um espaço que já era ocupado por outras pessoas. O filme retrata exatamente esse conflito entre povos. O final do filme é surpreendente e emocionante.

Contextualizando o filme e trazendo para uma visão histórica é importante salientar o período em que o filme retrata. A época era o início do século XVII.

Enquanto nas Américas espanholas e portuguesa a colonização já estava a pleno vapor, a colonização inglesa ainda dava seus primeiros passos. O primeiro povoado inglês que efetivamente deu certo foi o de Jamestown (o nome foi em homenagem ao Rei da Inglaterra James III). Localizado no atual Estado da Virgínia, nos EUA. Jamestown teve um início extremamente ruim. De uma população inicial de pouco mais de trezentos homens em 1607, chegou em 1610 a apenas 60 pessoas. O povoado foi quase ao colapso, quando em 1612 John Rolfe descobriu uma forma de plantar tabaco na região e, com isso, transformou definitivamente a economia e a sociedade local. Para se ter uma ideia da enorme revolução ocorrida com a plantação de tabaco, em 1624 a população saltou para 1132 pessoas. Um grande salto para um lugar que não havia as menores condições de sobrevivência para pessoas acostumadas com as grandes cidades da Europa.

Os primeiros colonos foram em busca de ouro. Entretanto, só o que encontraram foi pobreza, fome e morte. O ouro nunca foi descoberto naquelas terras, mas aqueles obstinados homens deram a volta por cima, dominaram, cultivaram e comercializaram o suficiente para se tornarem os mais ricos do planeta.

A continuação desta História todos já conhecem. De um pequeno povoado, surgiu a maior potência mundial do século XX e início do século XXI. E não há previsão de qualquer outro país chegar próximo ao que hoje conhecemos como os Estados Unidos da América, o país mais desenvolvido do Planeta.

Para finalizar, como reflexão, é importante lembrar que os nativos foram exterminados e suas terras tomadas pelos colonizadores.

Por isso é tão importante assistir filmes. E mais importante é assistir aos filmes sabendo a verdadeira História por traz deles.

Fica a dica!!!!

Quer saber mais? Leia:

Site Adoro Cinema:

http://www.adorocinema.com/filmes/filme-13342/

Site IIP Publications:

http://photos.state.gov/libraries/amgov/30145/publications-portuguese/OutlineofUSHistory_Portuguese.pdf

Deixe aqui um breve comentário.