Escola dos Annales

                   
0
767

Por Denilson Alexandre Coêlho

A Escola dos Annales transformou e renovou a maneira como se escreve a História. Em 1929 foi fundada, na França, a revista Annales d’Histoire Économique et Sociale sobre a qual formou-se a Escola dos Annales.

Seus fundadores e principais pensadores foram:

Lucien Febvre (1878-1956),

Marc Bloch (1886-1944); morto em combate durante a Segunda Guerra Mundial; e

Ferdinand Braudel (1902-1985).

Esta escola possuía uma visão diferente da Escola Metódica. Seu objeto de estudo prioriza uma História de longa duração e total, em que o historiador utiliza-se dos mais diversos campos do conhecimento para fazer História, tais como: a geografia, filosofia, etnologia, economia, psicologia, linguística, etc.

Sua metodologia segue os seguintes princípios:

  1. História problema em substituição à História narrativa dos metódicos;
  2. a escrita se torna mais livre e menos descritiva, entretanto com semelhante rigor ao da Escola Metódica;
  3. ampliação dos tipos de fontes de pesquisa, mas mantendo a documentação “dita” verdadeira, pois não se pode fazer ciência com dados falsos ou incorretos;
  4. uma História vista sob o aspecto da longa duração, condições geográficas como o clima, vegetação, os mares, montanhas, rios, oceanos e seu longo curso com o passar dos anos, décadas, séculos, milénios, um tempo quase eterno;
  5. depois é importante observar as estruturas sociais tais como: comunicações, comércio, economia, política, demografia, influências externas, etc; e
  6. por fim, verificar uma História de curta duração. O indivíduo, o acontecimento, o evento.

O grande legado desta Escola é o fato de a História não ser estritamente descritiva, muito menos amarrada em uma única estrutura política.

O econômico, social, mental, psicológico e cultural também são matérias de suma importância para os Annales.

Fica a dica!!!

Quer saber mais?

COÊLHO, Denilson Alexandre. O que você precisa saber sobre as Escolas Históricas. eBook. Dicas de História, 2017.

 

FUNARI, Pedro Paulo A. e SILVA Glaydson José da. Teoria da História. 1ª Ed. São Paulo, SP: Editora Brasiliense, 2008.

BOURDÉ, Guy e MARTIN, Hervé. As Escolas Históricas: da Idade Média aos nossos dias. Portugal: Publicações Europa-América, 2012.

Deixe aqui um breve comentário.