Mulheres de Atenas – Chico Buarque

                   
0
1199

” Mulheres de Atenas”. Já ouviu essa música? Esse termo te leva a alguma reflexão histórica?

Composta em 1976 por Chico Buarque de Holanda, em plena ditadura militar. Excepcional letra que apresenta de forma magistral a História como deve ser tratada. Essa é uma típica música que trabalha todos os aspectos do ofício do historiador, quais sejam:

  • compreender o passado para compreender o presente, mas compreender o presente para compreender o passado.

Chico Buarque, ao escrever essa brilhante música, cumpriu com perfeição o ofício do historiador e deu uma excelente aula de História:

Observemos o trabalho do historiador:

Passado

  1. Como viviam as mulheres de Atenas?

Elas viviam, se perfumavam, sofriam, esperavam, despiam-se, geravam, não sonhavam, temiam, conformavam-se, secavam por seus maridos.

  1. E o que isso significa?

Significa que as mulheres de Atenas eram completamente submissas a seus maridos. A sociedade ateniense da antiguidade era extremamente patriarcal. Somente os homens eram cidadãos. As mulheres não tinham nem voz e nem vez. Serviam apenas para procriação e perpetuação da espécie.

  1. E a mitologia?

Essa música apresenta alguns pontos de mitologia grega.

Helena foi a esposa de Menelau, rei de Esparta. Segundo a Ilíada, epopéia escrita por Homero, Páris, filho do Rei de Tróia, se apaixonou por Helena, a mais bela mulher já vista. Desta paixão, surge a tão conhecida Guerra de Tróia. Páris rapta  Helena e Menelau sai em busca de sua amada. O fim todos já conhecem!!!

Penélope, outra personagem lembrada por Chico Buarque (descrita na Odisséia, epopéia também escrita por Homero). Neste caso, ficou apenas subentendido no seguinte trecho: “Quando eles embarcam soldados, Elas tecem longos bordados, Mil quarentenas”. Penélope esperou seu grande amado Ulisses por 20 anos, fiando e desfiando seu longo tecido, como prova de sua fidelidade.

Duas mulheres que apresentam características louváveis para uma sociedade patriarcal: beleza e fidelidade. Estereótipo de uma mulher perfeita.

Presente

  1. Quando a letra foi escrita?

No ano de 1976, em plena Ditadura Militar. Com base na letra da música, compreende-se que o autor estava apresentando o comportamento submisso das mulheres de Atenas e, ao mesmo tempo, criticando e alertando todas as mulheres e homens que vivam resignados sob as ordens de um regime militar opressor. “Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas…”. O autor está conclamando a todos para que despertem desse conformismo e lutem pela liberdade.

Futuro

  1. Qual o legado que essa música e o comportamento das mulheres de Atenas deixam para o futuro?

É interessante perceber que o comportamento das mulheres de Atenas, que viveram a mais de 2 mil anos atrás, permaneceu no período da Ditadura Militar e permanece ainda hoje, no século XXI. Até quando as mulheres continuarão sendo tratadas com inferioridade? Esse é um dos questionamentos e um dos legados desta obra atemporal.

Agora é possível perceber o peso histórico que essa obra prima nos apresenta. Ao ouvir uma música, tente perceber as marcas de historicidade que ela apresenta. Vocês irão reparar que em tudo há um pedaço de História.

 

Fica a dica!!!!!

Quer saber mais? Leia:

COÊLHO, Denilson Alexandre. A História da História em 20 minutos. eBook. Dicas de História, 2017.

AYMARD, André & AUBOYER, J. O Oriente e a Grécia Antiga. Vol. 1. São Paulo: Difel, 1970.

BRANDÃO, Junito de Souza. Mitologia Grega. Petrópolis, RJ: Ed. Vozes, 1997.

HATSFELD, Jean. História da Grécia Antiga. Lisboa: Ed. Europa-América, 1977.

MOSSÉ, Claude. Atenas: a história de uma democracia. Ed. UnB, 1998.

Site Obvious: http://lounge.obviousmag.org/shine_on_you_crazy_diamond/2012/07/mulheres-de-atenas-chico-buarque-de-holanda.html

Site Letra e Música: https://www.letras.mus.br/chico-buarque/45150/

Deixe aqui um breve comentário.